.
.
.
.
.
.

Silêncio



Estou me sentindo cansada e triste. Um nó aperta minha garganta, minha respiração está curta; somente o suspiro pode encher meu peito.


Vontade de fechar os olhos e mergulhar dentro de mim até encontrar meus braços, nele me envolto de carinho, eles me protegem de tudo aquilo que abomino. Somente eu sei vasculhar meu íntimo, somente eu sei onde minha paz está escondida, somente eu entendo o meu desarrumado e eu gosto dele; nele me reconheço e à medida que vou me organizando, minha paz interior vai surgindo. Para isto preciso de silêncio, somente nele posso escutar meus pensamentos. Não parei, estou apenas repousando. Enfrento mais uma etapa que deve ser entendida e depois vencida, trata-a com muito respeito pois amo tudo que está dentro de mim. Me emociona meus sentimentos por mais absurdo que pareçam para os outros, eles são meus, são puros e verdadeiros; amo-os profundamente, amo me conhecer, amo aceitar meus defeitos, amo entender meus limites, amo a ideia de mudar para melhor, amo crescer, amo amadurecer, amo evoluir. Somente entrei novamente em meu casulo, agora preciso ficar aqui quietinha comigo mesma. Psiu... Preciso de silêncio, somente isto.
Raquel Marra


4 comentários:

Anônimo disse...

Querida raquel, apesar de vc pedir "psiu" e silêncio, vou falar ó uma coisinha: você escreve bem demais...!!! Bjs. Auricélia.

Raquel Marra disse...

Auricélia, eu nao escrevo bem nao sei nem como faço isto, só expresso meus sentimentos deixo meus pensamentos e minhas maos livres. Obrigada por mais uma visita e você pode sempre falar quando quizer, amo ouvir meus amigos. Bjos.

ElmaCarneiro disse...

Toc toc toc, posso entrar? espero que você saia bem dessa sua introspecção.
Saindo na ponta dos pés, mas, deixo um beijo.

Raquel Marra disse...

kkkkkkkkkkkk...voce é muito engraçada! Olha eu deixo você entrar na hora que quizer e sem bater viu! Beijo pra vc tb! Ah, obrigada por sair de mancinho e por nao bater a porta.Te adoro!

Postar um comentário