.
.
.
.
.
.

Caminhos e Escolha

Sim, a experiência com os espinhos serviu para que ela convivesse com as rosas sem se importar com eles. Ela ficou forte e as crostas rígidas em seus pés fora seu alicerce; ela não precisava mais de escudo, no mundo das rosas os espinhos são degraus. Quando ela compreendeu isto sua visão mudou; vivia arranhada, sangrando, armada e enfadada. Um dia ela olhou para cima e avistou algo diferente era algo colorido e perfumado, então, ela encarou os espinhos de forma indiferente. Como passara algum tempo de sua vida se ferindo sem entender o que estava fazendo, desta vez ela concentrou, analisou e percebeu que se escalasse aquele enorme paredão de espinhos que ela havia construído para si, algo novo iria encontrar. Mais do que de pressa ela largou o escudo, amarrou a barra do vestido e subiu cuidadosamente. Seus pés haviam ficado fortes, as solas eram rígidas e os espinhos; ela conhecia a todos, já não a machucavam mais. Quando chegou ao topo, se deparou com pétalas macias e perfumadas; ela se alimentou de néctar e matou sua sede com as gotas de água trazidas pelo orvalho. Naquele dia ela foi liberta, já estava preparada.

Raquel Marra

Incondicional e Sempre




Quero estar sempre ao seu lado, o acompanhar pelo simples fato da sua existência, por ser um símbolo da "vida" para mim. O amor que tenho por ti me conforta, é amor de pureza e paz, amor calmo que me traz serenidade; é baseado no amor fraternal e fundado no amor incondicional. Sua presença é uma alegria constante e uma descoberta a cada novo dia. Ter você perto de mim, é como ter os raios de sol me aquecendo; seu amor é vida pura, seu amor ainda é intacto...

Observe um homem quando nasce; ele veio da essência do mistério que é a questão da humanidade,a sua existência”. Mais do que provável a maioria dos progenitores projetarem suas frustrações na vida dos filhos.

O amor incondicional não depende de circunstâncias para que ele exista, ele é por si só, é um amor sem limite... “amor se limite”...

O que é limite?

A morte é o limite?

Não saber sua “existência” é o limite?

Dar a vida a outro ser é como romper a barreira do limite.

Obrigada por romper a barreira do meu limite, todo sentido da minha existência se limita na incondicionavel vontade do seu existir.

Desejos?

Um de cada vez.

Nunca limite á alguém, “viver”.

Raquel Marra

Escolhas

Pensaremos da seguinte forma: Ocasião – Ação – Consequência = Escolha


O resultado de uma consequência se define através da ação dada à "Ocasião". Este pode ser: Natural, Provável ou Forçoso; proveniente da escolha do indivíduo. A escolha "Natural" é aquela que está de acordo com a situação; a "Provável" é a que tende a acontecer, ou seja, é o espelho do que é de costume (a história do paradigma dos macaquinhos); a escolha "Forçosa" é aquela que é inevitável a necessidade, então, o sujeito toma por decisão a ação conveniente para a situação. A "Ocasião" é formada por uma cadeia de consequências seguida pelas ações escolhidas por um determinado grupo ou pelo todo; que em muitas vezes provém da “Ordem Natural de Todas as Coisas”. Toda "Ocasião" pode ser invertida conforme a ação coletiva esteja de acordo em comum. Pensando desta forma, para um indivíduo incomum a consequência é definida somente por sua única escolha de ação. O resultado não pode ser invertido, ele não tem como ser alterado, pois, um fato consumado não pode ir ao sentido oposto ao que é natural. Ora, o "Natural" não é aquilo que está de acordo com a situação? Sim, independente da escolha o resultado se torna natural a ação.

Aceitar o dia a dia é compreender a responsabilidade pela decisão pessoal; está intimamente relacionado à escolha independente. Culpar o outro é a forma conformadora encontrada pelo indivíduo em não assumir uma má escolha. O sucesso de uma escolha depende da análise ao observar o que é conveniente para o momento; se faz uma boa escolha pondo a sabedoria em prática. Melhor do que aprender com o próprio erro é acertar observando o erro do outro. De qualquer forma a lição e válida quando ela é vivida; apesar de não ser possível voltar ao passado para reparar um erro, a vida se renova todos os dias oferecendo chance de mudar a "Ocasião". Tudo depende de sua única escolha. O grande desafio do ser humano é ultrapassar as dificuldades e aprender com elas.

Raquel Marra

Virtudes




Amar é ter ternura por quem se quer o bem. É apreciar muito, é estimar, ter consideração; é gostar, fazer amor, é copular com alguém. O amor é terno, afetuoso, meigo, brando, suave, carinhoso e afável. Quem ama faz favor, quem ama tem fineza; é um elogio ter o dom da amabilidade, ele é a lisonja de um ser gentil. Quem lembra desta frase:“o amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade” (I coríntios 13: 4-7). De todos os dons que existem o amor é o maior deles. Amar é esperar o tempo do outro, é respeitar e compreender situações. Aquele que ama tem amizades importantes e também é importante para alguém. Amar é uma religião, é a religião do bem. Amar atribui-se a ter paciência, e esta dentre os dons, é o mais difícil que se tem. A paciência é desenvolvida e ela traz inúmeros benefícios, um deles é a virtude de manter o controle emocional em equilíbrio. Ter paciência consiste em ter tolerância,é esperar o momento certo; é aguardar em paz. Tudo isto se define ao conceito de um ser humanizado, educado, sábio; é alguém que também carrega outro grande dom, a temperança, nela se encontra o domínio da moderação na vontade dos instintos. E é através do conhecimento da ciência do ser “eu”, que se faz a pesquisa de todas as virtudes que compõe um homem de bem. Aristóteles já dizia que: "a virtude é uma disposição adquirida de fazer o bem, e elas se aperfeiçoam com o hábito". Esta é a estatura de um varão(oa) perfeito, e atingi-la... Sigamos sempre em frente. Avante!

Raquel Marra



Tão você

Hoje ganhei um presente, e ele deve ser guardado aqui, no intimo do meu coração.

"Noite súbita tão calma... A tempestade traz raios que ao seu brilho me faz lembrar você, teu sorriso; tão calma... Seu perfume prazeroso e inconfundível ao cheiro de outras, alguém que faz diferença no mágico beijo."
Sepultura



Fortaleza



Preciso me fortalecer, tanto quanto no físico e intelectualmente, preciso desta força para enfrentar este mundo.


Não sou um ser revogável, seria imparcial minha atitude nula. Acredito no que é justo, tenho pena daqueles que por ignorância se tornam idiotas. Não faço parte desta idéia morta que ilude pobremente a humanidade; cegos escravos se tornam e com suas mãos livres se deixam manipular satisfazendo os desejos que não são seus, desejos que pertencem ao sistema de manipulação. Estão todos hipnotizados pela febre do consumo, pelos valores da vaidade, pelo preconceito do orgulho. Vomito tudo isto; e para lutar contra este inóspito mundo preciso ficar forte buscando conhecimento do que é puro, simples, óbvio e verdadeiro; para isto preciso matar meu ego a cada minuto alongando o músculo inflamado por tudo que me foi imposto. Este mundo cruel e mentiroso, como odeio sua sórdida e maquiavélica arrogância.
Raquel Marra


Silêncio



Estou me sentindo cansada e triste. Um nó aperta minha garganta, minha respiração está curta; somente o suspiro pode encher meu peito.


Vontade de fechar os olhos e mergulhar dentro de mim até encontrar meus braços, nele me envolto de carinho, eles me protegem de tudo aquilo que abomino. Somente eu sei vasculhar meu íntimo, somente eu sei onde minha paz está escondida, somente eu entendo o meu desarrumado e eu gosto dele; nele me reconheço e à medida que vou me organizando, minha paz interior vai surgindo. Para isto preciso de silêncio, somente nele posso escutar meus pensamentos. Não parei, estou apenas repousando. Enfrento mais uma etapa que deve ser entendida e depois vencida, trata-a com muito respeito pois amo tudo que está dentro de mim. Me emociona meus sentimentos por mais absurdo que pareçam para os outros, eles são meus, são puros e verdadeiros; amo-os profundamente, amo me conhecer, amo aceitar meus defeitos, amo entender meus limites, amo a ideia de mudar para melhor, amo crescer, amo amadurecer, amo evoluir. Somente entrei novamente em meu casulo, agora preciso ficar aqui quietinha comigo mesma. Psiu... Preciso de silêncio, somente isto.
Raquel Marra


Assombração versus Sombras


Assombração são pavores causados por algo inexplicável, por uma razão desconhecida. São os traumas que devem ser tratados para que sejam curados, elas não fazem parte da nossa essência, são intrusas doentes que aparecem para espalhar seu terror.
As sombras são inerentes ao ser, podem ser representadas como: nossas limitações ou até mesmo passados superados que deixam marcas, como as pegadas do "Tiranossaruro Rex" encravadas no "Planeta Terra" fazendo parte da evolução. Quando falo do que faz parte da essência humana digo que tristeza e alegria andam juntas, estes são sentimentos que provam nossa interação com o mundo, é natural viver o amor, é natural viver a dor. Agora, o tamanho da tempestade que fazemos em um “copo de água” depende de como você encara o problema, as limitações e os obstáculos. E' de livre escolha a maneira de encarar os fatos eles podem se transformar em monstros que, para tentar não enxergar tapamos os olhos com os dedos entre abertos, ou podemos aprender a conviver com eles não culpando-os por todos os fracassos em nossa vida, eles são inocentes fazem parte de todo equilíbrio, e’ o extremos de um dos pontos, e’ a ponta de um dos lados. As sombras que falo moram no interior da nossa consciência, por isso mergulhar dentro de si mesmo e’ essencial. Estamos neste mundo em busca de equilíbrio do arbítrio da “Lei Natural de Todas as Coisas”. Precisamos reconhecer tudo que faz parte do principio, do que e’ primitivo. Criados cada um na sua ordem formaram então uma sequencia que saiu de sintonia. O homem destruiu o sistema de sincronia da “Lei Natural de Todas as coisas” por não saber usar o poder do livre arbítrio. Bem, esta e’ uma questão que deixarei para opinar depois em outra ocasiao. Existe uma frase que gosto muito: “Deus criou o universo e todas as criaturas nele contidas como incontáveis espelhos em que pudesse refletir toda a sua gloria”. Somos a sombra de Deus, Ele e’ a luz que nos ilumina.
A nossa busca vive em torno do encontro da sintonia perdida na onda agitada pelo mar da existência da “Vida”. Deus e’ a “Lei Natural de Todas as Coisas”.
Raquel Marra